Quero ir ao céu

Como entrar no céu?

Eu admiro o jovem rico. Pronto, falei. Sabe aquele, da parábola de Mateus 19:16-23? Pois é. Eu sei que ele não é muito popular por causa do desfecho da história, e todo mundo o condena por ter pulado fora na hora da verdade, mas eu continuo admirando. Admiro porque ele teve peito suficiente para se aproximar de Cristo e perguntar, de maneira direta, na lata, o que todo mundo queria saber: como entrar no Céu?

 

Aposto que muita gente ficou aliviada quando ouviu a pergunta. Mais ou menos o que acontece numa sala de aula quando um aluno levanta a mão para tirar aquela dúvida que todos compartilham. Aliás, acho até que o alívio maior veio com a resposta dada pelo Mestre:

 

“Guarde os mandamentos”

 

“Quais?”

 

“Não matarás; não adulterarás; não furtarás; não dirás falso testemunho; honra teu pai e mãe; ama a teu próximo como a ti mesmo”

 

Aquilo era justamente o que todos queriam ouvir: uma resposta clara e objetiva, como uma receitinha pronta, sempre à mão para ser conferida em caso de dúvidas.

 

Admita. Nós gostamos da segurança que vem com o limite das normas. Pode até ser desconfortável cumpri-las, mas no fundo nos sentimos felizes, porque sabemos que obedecer regras para ganhar um prêmio nos coloca no controle da situação. É a velha “meritocracia” garantindo que todo o meu esforço será, enfim, recompensado.

 

Depois de ouvir a resposta de Cristo, o jovem estufou o peito para dizer “tenho obedecido a tudo isso. O que me falta?”. Talvez ele soubesse que aquilo ainda não era o bastante. Ou talvez estivesse só esperando um “falta você ganhar uma medalha, toma aqui, ó”.

 

Só que Jesus não é desses professores que dá a resposta pronta ao aluno. Não, não. Ele nos obriga a pensar, e nos mostra que o problema vai muito além do que estávamos enxergando.

 

“Se você quer ser perfeito vende tudo o que tem, e dê o dinheiro aos pobres, e assim você terá riquezas no céu. Depois vem, e segue-me”

 

Dá até pra imaginar a confusão na cabeça do rapaz. “Como assim? Se o que garante o Céu é a obediência, porque Ele quer que eu fique pobre?”

 

Pelo jeito não é a obediência que abre as portas do Paraíso. Quando a gente analisa a resposta de Jesus, costuma focar tanto na parte do sacrifício pessoal que acaba acreditando que o segredo para ganhar a vida eterna é ajudar os outros.  

 

Só que a chave não está no “vende tudo o que tens”, e nem no “dê aos pobres”, mas sim no “vem e segue-me”. O verdadeiro foco deve ser seguir a Jesus. Simples assim. Ou pelo menos deveria ser. Acontece que, no caso daquele jovem, o amor ás riquezas era um obstáculo que o impedia de dar esse passo. Por isso ele precisava tanto se desprender dos bens materiais.

 

Só que nem todo mundo é o jovem rico. O que tem impedido você de seguir a Jesus? Dinheiro? Popularidade? Ambição profissional? Vaidade? Prazer? Gula? Egoísmo? De repente tudo isso junto.

 

Não importa o que seja, se todas essas barreiras não caírem, você vai continuar preso. Só que mais importante do que derrubá-las, é saber o que fazer depois, e para onde ir. Porque vencer pecados não te coloca no céu. Mas seguir a Cristo, sim. E é nas mãos feridas dele, e não nas suas, que está o controle da Sua salvação.

 

Por: Alexandre Lima

 

 


 É uma decisão muito importante para ser deixada para amanhã. Aproveite esta oportunidade!

 

<